Pôster Síndrome de Irlen premiado na 7ª Mostra Internacional de Pôsteres no Paraguai

O Pôster “DARV – Distúrbio de Aprendizagem relacionado à visãoPorque enxergar está além de ver” foi apresentado pelas Screeners Joelma Angélica Ferreira Castilho e Josemeire Soares Damiano na 7ª Mostra Internacional de Pôsteres, realizada em Assunção – República do Paraguai – em 21 de janeiro de 2016. O trabalho recebeu destaque com obtenção da 2ª colocação geral da Mostra.

Joelma e Josemeire se capacitaram como Screeners durante o 25º Curso de Distúrbios de Aprendizagem, oferecido em Outubro de 2015 pela Fundação Hospital de Olhos. Além de atuarem em Escola de Caçapava/SP, iniciaram esse ano mestrado pela Universidade de Columbia (Paraguai), através da qual participaram da Mostra de pôsteres.

 

Segue abaixo conteúdo do pôster premiado “DARV – Distúrbio de Aprendizagem relacionado à visãoPorque enxergar está além de ver”

RESUMO

O presente estudo aborda um Distúrbio Visual (Síndrome de Irlen), caracterizado por uma alteração visuoperceptual, causada por um desequilíbrio da capacidade de adaptação à luz que produz alterações no córtex visual e déficits na leitura, afetando a atenção, concentração, motivação e desempenho do aluno no processo de ensino-aprendizagem, pois quando diagnosticado, causa desconforto e desprazer na leitura.

 

 DESENVOLVIMENTO

Após capacitação realizada na Fundação H.Olhos – Brasil, as pesquisadoras tornaram-se habilitadas em diagnosticar a Síndrome de Irlen. Apresentou-se aos Educadores onde atuam DARVs e sintomas da Síndrome, onde as mesmas orientaram a equipe desenvolver com empatia, um olhar diferenciado àqueles que apresentavam evidências de tais sintomas. Os alunos submetidos ao teste e diagnosticados com a Síndrome de Irlen, passaram a utilizar durante o processo de leitura, o método Irlen, que consiste no uso das overlays (superposições de folha transparente colocado sobre o papel a fim de indicar correções visuais a serem feitas).

Diante de um trabalho interno, decidiu-se externar a satisfação pessoal e profissional dos resultados obtidos. Foi apresentada a proposta de trabalho aos profissionais da área de Educação e Saúde do Município, onde juntos em equipe multidisciplinar estão atuando e levando conforto visual e prazer pela sala de aula, de forma acessível a todos.

 

CONCLUSÃO

Diante o trabalho realizado, resultados evidentes e significativos ao longo do ano letivo foram percebidos, antes e após o uso do método Irlen: satisfação pessoal do educando, melhoria na autoestima e desejo intenso de atuar em sala de aula, principalmente no desenvolvimento da leitura. O educador foi provocado a “enxergar além de ver”, proporcionando a este a capacidade de olhar com sensibilidade as habilidades e competências do aluno, melhorando significantemente o processo de ensino-aprendizagem individual.

 

Autoras: Joelma Angélica Ferreira Castilho e Josemeire Soares Damiano – Caçapava/SP