Capacitação em Dislexia de Leitura para PBH – Setembro de 2010

Mais de 3 mil profissionais da rede municipal de educação da capital mineira serão capacitados pela Fundação Hospital de Olhos, por meio do “Projeto Bom Começo”, e em parceria com a Prefeitura Municipal de Belo Horizonte e a Universidade Federal de Minas Gerais. Até o final do ano, serão realizados cursos e seminários direcionados aos professores e coordenadores pedagógicos, com o objetivo de introduzi-los aos chamados Distúrbios de Aprendizagem Relacionados à Visão.

Nos dias 13 e 14 de setembro, aconteceu o primeiro Seminário que orientou e auxiliou mais de 160 professores na identificação da Síndrome de Irlen e da Dislexia, alguns destes distúrbios. Em dois dias de evento, os participantes assistiram aulas dos oftalmologistas Dr. Ricardo e Dra. Márcia Guimarães, da psicopedagoga Suely Mesquita, da neurologista, Dra. Maria Amin e do empreendedor e Diretor de Novos Negócios do Grupo Kronberg em Minas Gerais, Renato Braga.

Segundo Terezinha Chaves, professora da rede municipal e participante do Seminário, as aulas estão sendo fundamentais para que ela consiga em seu dia-a-dia de trabalho tratar os seus alunos de acordo com as necessidades que eles apresentam. Também para Mirian Oliveira, Coordenadora do Programa Saúde na Escola, a formação dos professores e profissionais que trabalham com crianças em fase escolar é essencial para a melhoria da qualidade da educação.

Além dos Seminários, que fazem uma introdução ao tema, a Fundação promove também, junto a Prefeitura, o Cursos de Dislexia de Leitura, com carga horária de 24 horas/aula, e que habilita os profissionais a realizarem triagens diagnósticas, capacitando-os como Screeners. Dessa maneira, teremos, no próximo ano, uma rede de professores e coordenadores municipais capazes de reconhecer os Distúrbios de Aprendizagem e promover uma melhor educação nas salas de aulas de Belo Horizonte.

 

 

Depoimentos: