Artigos

Prevalência da Síndrome de Mears-Irlen em portadores de Dislexia

Importantes autores definem a dislexia do desenvolvimento como “sendo uma desordem na aprendizagem da leitura com competência, que acomete crianças com inteligência dentro dos padrões de normalidade, sem deficiências sensoriais, isentas de comprometimento emocional significativo e com oportunidades educacionais adequadas”.

LEIA MAIS

Por onde anda “Nossa Educação”?

O relatório “Educação para todos”, da Unesco (2010), apresenta o Brasil na 88ª posição no ranking de desenvolvimento educacional, estando atrás dos países mais pobres da América Latina, como o Paraguai, o Equador e a Bolívia. Outro dado alarmante divulgado no referido relatório é a repetência média que na América Latina e no Caribe é de pouco mais de 4%, enquanto no Brasil é de quase 19%. E segundo dados do Ministério da Educação, cerca de 195.000 crianças e jovens abandonam as escolas brasileiras anualmente, por terem déficits de aprendizagem (MEC/2007).

LEIA MAIS

Poção mágica na educação?

Alguns poderiam ter ilusões quanto à fraca qualidade da nossa educação. Contudo, lá pela década de 60, começaram a aparecer os primeiros testes, mostrando o quão ruim ela era. A curiosidade inevitável passou a ser: Por que seriam tão lastimáveis as nossas escolas?

LEIA MAIS

Pesquisa sobre os resultados do uso dos filtros espectrais

Cada vez mais pesquisadores estão estudando as dificuldades e transtornos de aprendizagem. Nos últimos anos, a dislexia, tem ser tornado um transtorno muito investigado. Da mesma forma que a dislexia contribui para dificuldades de leitura, a chamada Síndrome de Mears-Irlen(SMI) também pode ser obstáculo para aquisição da leitura envolvendo alterações em distintas áreas do Sistema Nervoso.

LEIA MAIS

PEI: Uma nova proposta de intervenção na Dislexia e Síndrome de Irlen

Ler é mais difícil que falar. Enquanto a fala é aprendida naturalmente pelo homem, a leitura é ensinada por meio de um código de criação humana altamente complexo. O bom leitor é aquele que desenvolve as habilidades de decodificação desses códigos de maneira eficiente. Daí a necessidade de conceituarmos a dislexia como uma dificuldade que está relacionada com a percepção do texto escrito. A percepção visual do texto relaciona-se com os movimentos sacádicos e com as fixações do olho. Para Shaywitz, a leitura está relacionada com a percepção visual que é a capacidade de retirar informações e conhecimento do mundo visível. (Shaywitz, 2006). Por outro lado, numa abordagem psicolingüística, a dislexia é uma dificuldade na aprendizagem da leitura relacionada ao reconhecimento da correspondência entre os símbolos gráficos (grafema), o fonema e a transformação dos símbolos gráficos em linguagem verbal.

LEIA MAIS

Parceria entre família, escola e profissionais

Família e escola são pontos de apoio e sustentação à criança. Desta forma, conhecer o aluno é uma tarefa primordial do professor e da escola, pois irá interferir no planejamento educacional mais adequado. Já a família, é o cenário onde se vivem experiências que orientam o comportamento do indivíduo para a vida. Além destas bases, o aluno pode contar ainda com o apoio multidisciplinar, cuja função é a de resgatar potencialidades individuais e fazer com que o sujeito compreenda melhor suas atitudes diante de atitudes dos outros.

LEIA MAIS

Onde o prazer de fazer se confunde com o de ser

O Projeto envolvendo a “Dislexia de Leitura” é a síntese de uma filosofia de atuação onde o maior beneficiado é o seu executor, aquele cuja atuação se volta em prol do aluno em dificuldades, do adulto limitado em sua habilidade de se informar pela leitura e do paciente com restrições em suas atividades diárias, estas, o impedem de se integrar com o ambiente que o cerca roubando-lhe a imprescindível oportunidade de plena realização como ser humano e cidadão.

LEIA MAIS

O que é Audição?

Para conseguirmos ouvir necessitamos da integridade de todas as estruturas do no sistema auditivo. As estruturas envolvidas no processo da audição são didaticamente divididas em três grupos, o ouvido externo, ouvido médio e ouvido interno.

LEIA MAIS

Fazendo a diferença… Perguntas que precisam ser respondidas

Com a chegada do final da jornada escolar, cresce a demanda nos consultórios, a ansiedade da família e a angústia da escola com aqueles alunos com dificuldades de aprendizagem. A falta de resposta da origem dessas dificuldades torna-se mais intrigante à medida que o ano vai terminando.

LEIA MAIS